Como não cair na padronização dos perfis jurídicos?

É sempre aquela coisa, né?


Os perfis jurídicos quase sempre repetem um mesmo padrão: layouts monocromáticos, fotos do profissional com os braços cruzados (se for em preto e branco, melhor!), uso de linguagem excessivamente técnica, citações de pensadores, etc, etc, etc...

Uma eterna repetição de padrões que se mudarmos de perfil nem percebemos que já estamos na página de outro colega.


Mudar a comunicação não é negar as formalidades da profissão.


Sabemos da dificuldade em renovar a comunicação de uma profissão como o Direito, e não negamos que o uso de algumas práticas mencionadas produzem alguns resultados satisfatórios.


Outro ponto é que não somos contra a postura discreta e sóbria que o exercício da profissão exige.


Mas devemos entender que a excessiva austeridade e o rigor espelhado nos perfis que vemos por aí dificilmente estabelecem conexões reais com a audiência no ambiente digital.


É clichê, mas verdadeiro: há muita forma e pouco conteúdo


Boa parte das redes sociais jurídicas colocam no título da profissão a responsabilidade do sucesso de seus perfis e deixam de lado o principal: o propósito do seu trabalho e o seu conteúdo original.


Só que as redes sociais são sensíveis e a sua audiência só vai se conectar quando identificarem o frescor e autenticidade das suas publicações.


Todo profissional do direito é, em essência, um produtor de conteúdo


O Direito é uma profissão que tem como resultado final a produção de conteúdo.


Não importa qual seja a área de atuação, lá estamos nós redigindo algum documento.


Às vezes eles são pouco originais, muito técnicos e repetitivos (o famoso CRTLC+ CRTLV), mas trazer esta postura para os meios digitais não é recomendável.


A mente e palavra são as nossas aliadas e elas devem ocupar o centro do palco de todas as publicações sejam elas textos, fotos, vídeos ou infográficos.


O valor do conteúdo reside na autenticidade

Você pode estar se perguntando porque seu perfil não faz sucesso se você faz exatamente o que seus colegas fazem.


E a nossa resposta é que você não tem um bom resultado justamente por imitar o que já estamos cansados de ver.


Ao fazer o caminho inverso, buscando o seu diferencial, o conteúdo fica mais original e as relações tornam-se próximas.


É um processo gradual, mas os benefícios são enormes para quem quer navegar pelos mares digitais.

©2021 por BureauLab
A  empresa possui endereço profissional na Praça Santo Agostinho, 70, 9 andar, São Paulo. 

Encontre aqui a Política de Privacidade, Reembolso, Cancelamento e Devolução de Valores do site.